21 de abr de 2012

Humildade !! Preciosa




15 de abr de 2012

Uma Semana na Unção de Deus !!

A Alegria está no coração de quem já conhece Jesus!!!!





Um Abraço, 
Fátima

8 de abr de 2012

A Verdadeira Páscoa !!



                                                  A verdadeira Páscoa





“Domingo bem cedo, quando ainda estava

escuro, Maria Madalena foi até o túmulo e viu

que a pedra que tapava a entrada tinha sido

 tirada” (Jo 20.1)



Quando Jesus ressuscitou naquela manhã de

domingo, a primeira pessoa para quem Ele se

manifestou foi Maria Madalena. Por que Jesus

não se manifestou primeiro para Pedro que 

O havia negado, ou para Tomé que duvidaria da

Sua ressurreição ou para João, o amigo a quem

Ele amava? Maria Madalena foi a última a deixar

o local da cruz e a primeira a ir no túmulo, será

porque ela tinha sido liberta dos demônios e

salva por Jesus Cristo? Muitos haviam sido

libertos dos demônios, curados e salvos mas foi

ela que naquela manhã saiu bem cedo para ver

o Senhor. O coração de Maria tinha sido

capturado por Jesus, ela valorizava não apenas a

salvação e libertação que havia recebido Dele,

mas valorizava o Salvador. O mundo não atraía o

coração dela, aquele coração já pertencia a

 Jesus! Quando ela viu aquele túmulo vazio ela

 não podia fazer outra coisa a não ser chorar e

 querer o corpo de Seu mestre de volta. Diante

 de um coração assim, Jesus tinha que se

 manisfestar primeiro a Maria e satisfazer aquele

 coração sedento por Ele. Assim como Maria nós

 podemos tocar o coração do Senhor, não por

 aquilo que fazemos ou por alguma posição que

 tenhamos, mas por amor ,por tudo o que Ele é 

 o nosso Salvador ressurreto! 

Ele é a nossa Páscoa!





4 de abr de 2012

Livro de Obadias - Velho Testamento

LIVRO DE OBADIAS
(Velho Testamento)



Livro de Obadias ou Abdias faz parte da Bíblia hebraica, da qual é o menor livro, com apenas um capítulo, vem depois do Livro de Amós e antes do Livro de Jonas. Sua autoria geralmente é atribuída a um indivíduo chamado Obadias ("servo (ou fiel) do Senhor"), classificado como um "profeta menor" na Bíblia cristã, devido à brevidade de seu texto (apenas 21 versículos) e do seu conteúdo (material profético). Um profeta, noAntigo Testamento, não era apenas uma pessoa tida como capaz de ter visões divinas dos eventos futuros, mas também uma pessoa que Deus utilizava para declarar sua palavra.
Os primeiros nove versículos do livro prevêem a destruição total na terra de Edom, pela mão de Deus. Obadias escreve que esta destruição será tão completa que será ainda pior que um ladrão que comete seu crime à noite, pois nem mesmo um ladrão destruiria tudo. Deus permitirá que todos os aliados da nação de Edom não só a abandonem como se voltem contra ela, ajudando a expulsar seu povo. Os versículos 10-14 explicam que quando Israel, o povo de Deus, foi atacado, Edom recusou-se a ajudá-lo, agindo assim como um inimigo. O fato complicante é que Edom e Israel partilham a mesma linhagem sanguínea, pelos seus fundadores - que eram dois irmãos, Jacó e Esaú. Por este tratamento inaceitável a um parente, Edom será coberta de vergonha e destruída para sempre. Os últimos versículos, do 15 ao 21, relataram a restauração de Israel e a aniquilação dos edomitas. O versículo 18 afirma que "ninguém mais restará da casa de Esaú". Israel se tornará um lugar santo, e seu povo retornará do exílio e habitará a terra que foi habitada pelos edomitas. O versículo final da profecia coloca Deus como o rei que governará sobre todas as montanhas de Edom.



3 de abr de 2012

Livro de Amós - Velho Testamento


LIVRO DE AMÓS



Palavras que Amós, criador de ovelhas em Tecoa, recebeu em visões, a 

respeito de Israel dois anos antes do terremoto. Nesse tempo, Uzias era 

rei de Judá e Jeroboão, filho de Jeoás, era rei de Israel. 

Amós 1:1


livro de Amós pertence ao Antigo testamento 

da Bíblia, vem depois do Livro de Joel e antes do 

Livro de Obadias. A profecia deste livro 

da Bíblia hebraica foi dirigida primariamente ao 

reino setentrional de Israel. Pelo que parece, foi 

primeiro proferida oralmente, durante os reinados

 de Jeroboão II e de Uzias, respectivamente reis 

de Israel e Judá, cujos reinados coincidiram entre

 829 e cerca de 804 a.C. (Am 1:1)

 Por volta de 804 a.C. foi assentada por escrito, 

presumivelmente após o profeta voltar a Judá.

2 de abr de 2012

Livro de Joel - Velho Testamento

Livro de Joel


Livro de Joel faz parte do Antigo Testamento, vem depois do Livro de Oseias e antes do Livro de Amós.

Segundo a tradição, foi escrito pelo profeta Joel.
Alguns sustentam que foi escrito no final da era monárquica, mas maioria dos exegetas sustenta que foi escrito após o Exílio na Babilônia e após a reconstrução do Templo, ou seja, aproximadamente em 400 AC, pois o livro não se refere a nenhum rei, nem ao Exílio
A mensagem do livro fala sobre o "julgamento que Deus fará contra os inimigos de Israel e, de uma perspectiva escatológica, o vitória final do povo de Deus".
As dúvidas sobre a época em que o profeta Joel viveu dificultam a interpretação do que ele escreveu.
Pode-se dividir o livro em duas partes:
  • os dois primeiros capítulos narram uma terrível invasão de gafanhotos que devasta a plantação do país. Diante disso, Joel pede a participação de todos (profetas, sacerdotes e povo), numa grande manifestação de penitência e jejum, para suplicar a Deus que afaste a catástrofe esta liturgia penitencial permite caracterizar Joel como um profeta cultual, ligado ao serviço do Templo
    Deus mostra a sua misericórdia e anuncia a libertação da praga e as bênçãos para uma nova plantação. Como o profeta compara esses gafanhotos a um exército, talvez se possa pensar que ele esteja falando de uma invasão inimiga;
    • os dois últimos capítulos[5] descrevem o julgamento de Deus sobre as nações e a vitória final[4];
    a efusão do espírito profético sobre todo o povo na era escatológica (3:1-5) responde ao anseio de Moisés em Nm 11:29[3].
    Parece que a primeira parte não tem nada a ver com a segunda. Mas, uma expressão une o livro todo: o Dia de Javé, isto é, o Juízo final. Então, o que na primeira parte eram gafanhotos ou exército inimigo, na segunda se transforma em exército de Deus; a praga se torna apenas uma comparação para exemplificar o Grande Dia em que a humanidade prestará contas a Deus. Assim como afastou ele os gafanhotos, também a misericórdia de Deus, alcançada pela penitência e jejum, transforma o julgamento em dia de libertação e salvação: arrasada a plantação, ela surge nova e viçosa. Desse modo, uma praga de gafanhotos observada atentamente serviu para que Joel anunciasse o Juízo final.
    A passagem mais destacada de Joel é o Capítulo 3 que é citado por Simão Pedro no Sermão de Pentecostes em Atos dos Apóstolos 2:17-21. Por isso, Joel é também chamado o profeta de Pentecostessendo também considerado o profeta da Penitência, por causa da primeira parte do livro.

    "Toquem a trombeta em Sião; dêem o alarme no meu santo 
    monte. Tremam todos os habitantes do país, pois o dia do 
    Senhor está chegando. Está próximo! "

    Joel 2:1




Fiquem com Deus 

Fátima

1 de abr de 2012

Livro de Oseias - Velho testamento

Dando continuidade ao nosso conhecimento dos livros da bíblia, segue abaixo o próximo livro





Livro de Oseias

Oséias escreveu no oitavo século a.C. (segundo as datas dos reinados dos reis mencionados em 1:1), durante a mesma época do trabalho de Amós (Amós 1:1), Isaías (Isaías 1:1) e Miquéias (Miquéias 1:1). 
Ele fala sobre o povo que se achava bom e próspero, mas estavá se apodrecendo por causa da idolatria, a imoralidade e a injustiça. 
Destes quatro, Amós e Oséias profetizaram principalmente para Israel, e Isaías e Miquéias pregaram mais para Judá.
Oséias viveu nos últimos dias do reino de Israel. 
Devido a séculos de pecado, o povo estava chegando ao fim. 
A infidelidade espiritual do povo é comparada ao pecado de adultério. Para conhecer mais esse período da história, leia 2 Reis 14-17 e 2 Crônicas 26-29.
O livro de Oséias, talvez mais do que qualquer outro livro do Velho Testamento, expõe o coração de Deus. Oséias vive no próprio casamento o que Deus estava passando em relação a Israel. 
Os primeiros três capítulos descrevem a vida de Oséias. 
Ele se casa, mas a mulher dele se torna adúltera. 
Ele sofre com a infidelidade dela, mas ainda mostra a misericórdia para tomá-la de volta. 
Assim Deus viu a sua noiva, o povo de Israel, se envolvendo com "outros deuses", ou seja, cometendo adultério espiritual. 
Mesmo depois de tudo que Israel havia feito, Deus teria graça e misericórdia para reconciliar com esta esposa adúltera e estabelecer uma nova aliança com ela.


*Pesquisar este blog

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...